quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Paulo Leminski

Abrindo um antigo caderno
foi que eu descobri:
Antigamente eu era eterno.
Paulo Leminski

Nenhum comentário:

Postar um comentário